Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Borboleta Verde

Qui | 25.01.18

suspiro* "Call me by your name" *suspiro

Cláudia Miguel

Call-Me-By-Your-Name.jpg

 

Vi o filme Call me by your name e senti-me atropelada por todos os mais diferentes sentimentos como se me tivesse passado um camião-tir por cima!

É a beleza das cores e da maestria de Luca Guadagnino; é a montanha-russa de sentimentos de Elio em relação a Oliver; é o maravilhoso som das músicas dos anos 80, intercaladas por lindos clássicos ao piano; são as avassaladoras interpretações de Timothée Chalamet e Armie Hammer; são as lindíssimas canções de Sufjan Stevens compostas para o filme (fiquei fã!); são as borboletas na barriga do primeiro amor, do amor de verão; é a tristeza com o fim de uma linda hstória.

 

É tão bom, tão vívido, que por momentos juro que senti o cheiro dos pêssegos nas árvores!

 

É uma história de amor tão linda, mas tão linda, que tudo parece vazio quando o filme termina!

 

Todo o filme é lindíssimo, mas a cena do discurso parental da personagem de Michael Stuhlbarg e a cena que encerra o filme são as minhas preferidas!

Tem sido o meu grande favorito para toda esta 'award season', mas sem grande sorte em arrecadar prémios...

 

Fica o repto: se ainda não viram, TÊM de ver!