Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

A Borboleta Verde

Qui | 16.07.20

A desconfinar (com cuidado) por Portugal: Convento de Cristo, Tomar

Cláudia Miguel

Continuando a conhecer Portugal, um bocadinho de cada vez, hoje falo-vos do Convento de Cristo, em Tomar.

IMG_1396-1.jpg

 

Em primeiro lugar, não têm desculpa para não visitar porque, para além de ter entradas gratuitas até às 14h de Domingo para todos os residentes em território nacional (basta levar um comprovativo de morada), vão ficar estupefactos com tanta beleza arquitectónica e com as histórias que o espaço encerra.

Todas as medidas de segurança foram tomadas: uso de máscara obrigatório (tirei a minha somente para as fotos), álcool gel disponível para desinfectar as mãos, distanciamento, número máximo de visitantes, sentido único da visita.

 

 

Os terrenos do actual castelo de Tomar e convento de Cristo foram concedidos à ordem dos Templários pelo rei D. Afonso Henriques no século XII, servindo como mais um elemento defensivo na Linha do Tejo (reforçada mais tarde com o castelo de Almourol, também propriedade dos Templários).

IMG_1278-1 (1).jpg

Agora um facto que considero muito curioso em Portugal, sobre a Ordem dos Templários, é que no século XIII quando por toda a Europa era ordenado o desmantelamento da Ordem e destituição dos seus bens, quer por parte de Reis, quer da Igreja, D. Dinis teve a visão de os manter do lado do país e da Coroa, e não contra. Assim, reverteu todos os seus bens para a Coroa, dissolveu a Ordem e criou a Ordem de Cristo, revertendo para esta nova ordem todos os bens antes pertencentes à Ordem dos Templários. Desta forma, D. Dinis garantiu o contínuo apoio por parte dos, agora, Cavaleiros da Ordem de Cristo, cujo apoio seria essencial quando no século XV iniciaram o seu périplo marítimo (com a Ordem de Cristo já anexa à Corte e com o Infante D. Henrique como Mestre).

 

IMG_1307-1.jpg

IMG_1309-1.jpg

Não tenho palavras para descrever a beleza da Charola do Covento de Cristo! A mistura entre o românico, o gótico e os elementos manuelinos, devido à contínua construção e às alterações ocorridas durante anos, confere-lhe uma decoração única. E ainda assim faltam imensos elementos queimados durante as invasões Napoleónicas.

 

IMG_1464-1.jpg

Quantas vezes viram esta janela em fotos? Na visita ao Convento de Cristo podem passar mesmo à frente da Janela Manuelina/Janela do Capítulo. A sua profusa decoração plástica faz-nos olhar para ela e pensar que é impossível aquele material ser pedra. O detalhe da sua ornamentação é maravilhoso! Com elementos relacionados com a marinhagem - a madeira, o cordame, as bóias; as insígnias da Ordem - a cruz heráldica, esfera armilar, o brasão do reino; e figurações simbólicas, particulares à mística da Cavalaria Espiritual e à missão que a Ordem de Cristo tinha nas Descobertas.

IMG_1376-1.jpg

IMG_1432-1.jpg

 

IMG_1488-1 (1).jpg

Simetrias no Claustro Principal.

 

E por fim, fora do complexo do Convento de Cristo, mas a seis minutos deste local, está o Aqueduto do Convento de Cristo.

Confesso que este foi o mote da minha visita a Tomar. Queria imenso ver o espaço, subir ao aqueduto.

IMG_1557-1 (1).jpg

 

Fotos tiradas por mim.

Vestido: C&A

Chapéu: Parfois

Bijuteria: GataPreta Artesanato

Local: Tomar