Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Borboleta Verde

Viagem a Londres e Cambridge, com passagem por Stonehenge

Como vos falei nesta publicação, está quase a fazer um ano que fui a Londres completamente sozinha!

 

Resolvi comprar as minhas passagens em promoção pela Ryanair, e então depois tentar convencer algum amigo a ir comigo!

Não tive muita sorte: quem ainda não tinha ido não podia ir, e quem já tinha ido não estava com vontade de voltar.

Não me acanhei (nem desisti!), preparei-me com antecedência e fui! Se algo corresse mal, tinha a minha prima a estudar em Cambridge e uns amigos de uns amigos a viver em Londres! LOL!

 

Fui de 5 a 11 de Novembro de 2015. Fiquei em Londres de dia 5 a dia 8, dia em que rumei a Cambridge onde fiquei até dia 11.

 

Era um dos meus sonhos conhecer Londres no Inverno (por mim, se estivesse mais frio, ainda tinha ficado mais feliz!). Já agora, o outro é ir novamente à Disney, mas com todas as decorações de Natal! 

Fui preparada para apanhar muita chuva e para dias cinzentos, para andar muito e sempre de kispo vestido, mas a verdade é que não me "preparei" para que às 16.30h fosse noite (noite cerrada) e para jantar sozinha! Foi a parte mais triste da viagem. No entanto, mesmo assim, o saldo é muito positivo e voltaria a viajar sozinha! Gostei muito!

 

Seguem-se todos os detalhes  É um post longo, se quiserem continuar a ler é só clicar aqui abaixo.

 

Aproveitei umas promoções da Ryanair (semelhantes a algumas que vigoram agora) e a viagem de ida e volta para Londres, aeroporto de Stansted, custaram 60euros. Foi o mais barato nesta viagem: as passagens de avião!LOL!

Com o mais básico possível numa malinha de cabine para 7 dias de estadia, lá fui eu!

Assim que cheguei a Londres tive o meu primeiro (e talvez o único) stress da viagem: o meu roaming não funcionava! Como é que eu ia falar com quem quer que fosse??? Nem para avisar minha mãe que já tinha chegado, nem a minha prima em Cambridge para que me pudesse ajudar, ... NADA! Comprei um cartão mesmo no aeroporto, lá consegui falar com a minha mãe e resolvemos o problema!

Lá apanhei o autocarro rumo a Liverpool Street Station (com uma lindíssima estação de metro/comboio) e daí o "tube" para Aldgate Street. Assim aproveitei logo par comprar o Oyster Card: o cartão de viagens dos transportes públicos de Londres.

5

 

Daí seria a pé pela Leman Street até ao hostel.

Fiquei no hostel Wombats Hostel-London (da mesma cadeia do que fiquei em Munique). Não é dos mais baratos, mas precisamente por ir sozinha optei por ficar num que já conhecia pela higene e limpeza e pelos bons pequenos-almoços! Também optei por ficar num quarto de 6 pessoas, mas só de raparigas.

Hostel

 

Como só podia fazer o check-in após as 14h, deixei a bagagem e aproveitei para ir comer e comprar alguma comida que poderia andar comigo na mochila (fruta, pão de forma, queijo, bolachas, água, ...).

No período da parte da tarde de dia 5 ainda fui visitar o exterior da Tower of London e fotografar a bela Tower Bridge!

Ambas as atracções ficam a cerca de 10 minutos a pé do hostel onde fiquei.

Tower BridgeTower Bridge

  

Como não tinha dormido quase nada na noite anterior, optei por descansar bem nessa noite para aproveitar o dia seguinte.

 

No dia 6 de Novembro planeei o meu dia para visitar de manhã a zona de Westminster.

Lá fui eu no tube (um dos factores que também pesou na escolha do hostel foi o facto de ficar próximo de uma estação de metro com acesso a várias linhas e ainda dentro da zona 1- a mais barata) até à estação de Westminster. Assim que se sai da estação de metro, mesmo por baixo do Big Ben, a vista é estonteante!!!

Viajar no metro de Londres é muito fácil! Tudo está bem explicado, não há nada que enganar!!

Chovia e chovia... então optei por visitar primeiro a Abadia de Westminster porque seria impossível fotografar o Big Ben e a London Eye. Foi a melhor opção que fiz: cheguei mesmo na hora de abertura das bilheteiras e não havia fila nenhuma.

Abadia de Westminster 

A Abadia de Westminster é belíssima! Uma catedral cheia de recantos com história e "hóspedes" muito ilustres!

 

Das traseiras da Abadia fotografei o Parliament (ou Palácio de Westminster) e dirigi-me à ponte de Westminster para fotografar o Big Ben e a London Eye (que optei por não visitar). Ainda consegui ouvir as badaladas das horas!

Big Ben-Houses of Parliament

London Eye

145

 

Rumei então ao Palácio de Buckingham, a pé por uma transversal à Victoria Street.

Não consegui ver a Rainha ou a família Real (ooohhhh), mas tirei mais umas fotografias na praça central.

Palácio de Buckingham

 

Depois de um horrível almoço no Mac (onde pensei conseguir uma refeição semelhante ao que existe em Portugal... Não!!! Tudo é picante em Inglaterra!!), apanhei o metro na Victoria Street para Natural History Museum.

Natural History Museum 

Adorei este Museu!!!

Um local onde me senti em casa!

Ossos, esqueletos, dinossauros, etc., etc!

Para além de gratuito (neste nem paguei o folheto com a planta do museu) tem imensas salas e exposições! É também muito educativo! Aconselho!

Fiquei até ao encerramento, onde ainda lanchei uma belíssima fatia de bolo Lemon Drizzle!

 

No dia 7 de Novembro, acordar às 7.30h já custou um pouco mais! O cansaço já começava a fazer-se sentir!

Despachei-me cedo e apanhei o metro rumo a Kings Cross para ver a Plataforma 9 3/4!!!!

Como fã de Harry Potter era uma paragem obrigatória!!

Gostei imenso da estação de Kings Cross, que é gigante e está sempre cheia de gente, e do ponto da plataforma 9 3/4 reservado a tirar fotos, bem como da própria loja de souvenirs.

Platform 9 3/4

 

Cumprida esta etapa no meu roteiro de Londres, segui para o British Museum, também este um museu gratuito.

ADOREI, ADOREI!!!

Gostei imenso de todas as colecções que vi: a egípcia, a assíria, a grega, a romana, ...

As esculturas egípcias são magníficas e as partes musealizadas do Parténon são avassaladoras! Deu-me imensa vontade de viajar para Atenas!

O que existe preservado em museus, como o British Museum, da civilização Assíria é uma benção face a tudo o que o Estado Islâmico tem feito (a destruição de Palmira deixou-me muitíssimo triste!).

At Britich Museum

 

Depois do almoço no British Museum, segui novamente no "tube" para o Madame Tussauds.

 Comprei o bilhete online com antecedência que, para além de ter sido bastante mais barato, me deu acesso a uma entrada rápida (a fila na bilheteira era gigante!!). Como cheguei com antecedência e o sol decidiu sorrir nesse final de tarde, fui dar uma voltinha ao Regent's Park.

 

A experiência no Madame Tussauds foi gira, mas de facto não me pareceu extraordinária!

O único Madame Tussauds que conhecia era o de Paris, que visitei em criança, e lembro-me que adorei. Como no de Londres estava a exposição de Star Wars (sou fã!!), achei que era uma oportunidade a não perder. Gostei de tudo, mas não tanto como imaginava. Não desiludiu, mas não me encantou.

Madame Tussauds

Regressei ao hostel bem cansadinha neste dia.

 

No dia 8 de Novembro fui finalmente visitar a Tower of London que planeei visitar no dia da minha chegada, mas que tive de abortar devido ao meu atraso no aeroporto. Também me disseram nas bilheteiras que seriam necessárias 3 horas para visitar tudo... Acho um exagero! Duas horas chegam perfeitamente!

Gostei imenso! Um castelo medieval em toda a acessão da palavra!

Gostei especialmente do facto de ser um castelo medieval com casas preservadas no seu interior, dando-nos fielmente uma ideia de como seria viver dentro das muralhas de um castelo na época medieval (Óbidos também nos dá uma boa ideia disso mesmo, por exemplo!). Aproveitei uma visita guiada dos célebres Yeoman Warder (uma guarda cerimonial da Rainha) que, para além da explicação dos locais por onde vamos passando, contam interessantes histórias da Tower. Recomendo!

 

Tower of London 

Da Tower of London rumei a pé pela Cannon Street para visitar a St. Paul's Cathedral.

É uma catedral lindíssima, com um lindo jardim envolvente! Gostei muitíssimo também!

St. Paul Cathedral

Regressei novamente ao hostel a pé para ir buscar a minha bagagem e apanhar o autocarro para Cambridge na Liverpool Street Station. Em Cambridge fiquei hospedada na casa da minha prima, que estava lá a estudar na altura.

Na minha última viagem de metro pude devolver o Oyster Card e ser reembolsada das 3 libras que o mesmo custou e do valor ainda contido no cartão.

 

O dia de 9 de Novembro foi reservado a conhecer Cambridge!

Gostei imenso de conhecer esta "cidade universitária". É super pitoresca!

Quase toda a gente se movimenta de bicicleta, sobretudo os mais jovens.

Tem uma lindíssima praça principal, a Market's Square, onde é feito um mercado permanente cheio de produtos tradicionais, venda de doces e bolos, legumes e frutas, algumas bancas de bijuterias e roupas, etc.

Cambridge, cidade conhecida pelas universidades, tem uma das universidades mais antigas do mundo (a Universidade de Cambridge).

Os edifícios da universidade de King's College e da King's College Chapel são indíssimos!

No rio Cam é possível fazer o punting: uma espécie de barco/gôndola onde se pode passear e conhecer Cambridge pelo rio (que é calmíssimo).

Cambridge

King's College

 

No dia 10 de Novembro alugámos um carro (que custou cerca de 40libras, mais a caução de 150libras devolvida no acto de entrega do carro) e seguimos, eu e a minha prima, rumo a Salisbury para visitar o monumento de Stonehenge!

Estava um dia super cinzento e com alguma chuva, mas isso não foi impedimento!

A viagem a partir de Cambridge até Salisbury dura cerca de 3 horas sempre por autoestradas. Indo a partir de Londres é mais perto e há excursões organizadas de visita ao local.

Os bilhetes foram comprados no site da gestão do monumento, o Stonehenge English Heritage, onde é precisamente recomendada a compra de bilhetes antecipadamente, com agendamento de hora de entrada para visita do monumento. Cada bilhete custou 15,50libras.

Mais um sonho realizado! Não imaginam a minha emoção ao chegar ao local e ver aqueles monólitos gigantes!!

É lindíssimo!!!

Posso dizer: "I've seen the stones!"

 

O centro de acolhimento ao visitante, a loja e o museu estão muitíssimo bem conseguidos!

Ao contrário do que encontrei noutros museus em Londres, em Stonehenge todos os funcionários foram muito afáveis!

O museu não é muito grande, não se tornando chato ou cansativo, e tem uma parte audiovisual muito interessante com a passagem das estações do ano (solstícios e equinócios) e dos milénios por Stonehenge.

Stonehenge

Stonehenge

 Reconstrução da forma que teriam as casas e seriam os povoados.

 

 No dia 11 de Novembro foi o dia de despedir: apanhar novamente o autocarro para Stansted e o avião de regresso a Lisboa.

 

O mais chato numa viagem a solo, para além das refeições sozinha (o jantar especialmente), é a quantidade de selfies que acabamos por tirar! :) É que para aparecermos junto com os monumentos e atracções (e quando as pessoas a quem pedimos tiram fotos que meu Deus!) é a única opção!

Viajar com família e amigos é bom, mas eu também gostei muitíssimo da minha viagem a solo a Londres! Há outra liberdade na escolha dos locais a visitar, no nosso timing.. Acho que redescobrimos parte de nós!

 

Beijinhos ♥

12 comentários

Comentar post

A blogger

Contacto

aborboletaverde@sapo.pt

Facebook

Instagram

Querem conhecer o meu trabalho? Vejam aqui:

Comentários recentes

  • Anónimo

    Boa! Vais gostar 😃🤗😉Beijinhos

  • Cláudia Miguel

    Olá Isabel!Obrigada pelo comentário! É realmente m...

  • Isabel

    Olá Cláudia, eu também estou adorando usar esta li...

  • Chic'Ana

    E fica um conjunto muito giro! =)

  • Paula

    Olá,Não conhecia esses cremes, acho que vou experi...

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D